Justiça reafirma que cobrança de taxa extra pelo parto é ilegal

Ação foi movida pela Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo contra a Agência de Saúde Suplementar (ANS). Ainda cabe recurso